"Santas as visões, santas as alucinações, santos os milagres, santo o globo ocular, santo o abismo." (Allen Ginsberg)

11.2.08

DECAMERON

I
O verdadeiro contato espiritual é interagir harmonicamente com os elementos vivos deste mundo. Porque, se eu tenho um corpo de carne, é através dele que devo experimentar o mais fundo e profundo de ser. Se estou vivo no mundo de coisas concretas, se tenho sangue correndo nas veias, não será pela abstração que atingirei a verdade. Transcenderei, sim. Mas vai ser pelo desejo que arde em minha carne.
II
Antes era só pelo prazer. Depois veio o vício. Nudez! Queremos ver a carne! Queremos usar a carne! Queremos carne fresca de sangue jovem! Nudez para quem se choca, nudez para quem se excita. Sem roupas chegamos a este mundo - e chorando. Este é o nosso estado natural - como os animais que têm pêlos para proteger a pele. A nudez também é da vista, não só do corpo. Enxergar cheio de brilho e, vez ou outra, escoar lágrimas. Contemplar a olho nu a beleza e o calor da carne desmitificada. Qual milagre improvisado. Para quê realizar uma obra de arte? É tão mais belo sonhá-la do que criá-la. Milagre! Milagre!
imagem . Decameron, de Pier Paolo Pasolini, baseado na obra de Giovani Boccaccio, Itália, 1971

Marcadores:

1 Comments:

Blogger ronan said...

seu blog ta muito legal.farei mais visitas com mais tempo.abços.cuidado com o plagio.rsrsrsrs

3:23 PM

 

Postar um comentário

<< Home