"Santas as visões, santas as alucinações, santos os milagres, santo o globo ocular, santo o abismo." (Allen Ginsberg)

2.5.09

Meus Sonhos Dourados

" Adolescente, eu morava ao lado do cinema da Metro Cobacabana, e lá assistia musicais como Lili, Cantando na Chuva, Rapsody in Blue, entre outros.
Um dia, depois de ver Singing in the Rain pela oitava vez, saí do cinema e chovia. Entrei num barato e saí cantando e dançando na chuva. Molhada da cabeça aos pés, mas feliz da vida. Tinha 15 anos e esses eram meus sonhos.
Agora, Menescal e eu, que nos conhecemos desde os 11 anos de idade, e fomos da mesma turma da praia no Posto 4 em Copacabana, resolvemos visitar algumas daquelas músicas mas do nosso jeito Bossa Nova e com letras em português.
O engraçado é que, nesse momento, cantando essas coisas, me sinto mais próxima dos meus filhos Isabel e Francisco, adolescentes e também, certamente, com seus sonhos dourados."
Nara,
Rio, Maio de 1987
LADO A
1 Eu gosto mais do Rio (How about you) (Freed - Lane - Versão: Pacífico Mascarenhas) 2 Um sonho de verão (Moonlight serenade) (Miller - Parish - Versão: Nara Leão) 3 Garoto levado (Lullaby of birdland) (Shearing - Forster - Versão: Carlos Colla) 4 Milagre (Misty) (Garner - Burke - Versão: Ronaldo Bôscoli) 5 Bobagens de amor (Tea for two) (Youmans - Caesar - Versão: Paulo Sérgio Valle) 6 Jamais (The boy next door) (Martin - Blane - Versão: Fátima Guedes) LADO B 1 Além do arco-íris (Over the rainbow) (Harburg - Arlen - Versão: Nara Leão) 2 Aqui no mesmo bar (As time goes by) (Hupfeld - Versão: Edmundo Souto) 3 Coisas que lembram você (These foolishing things) (Link - Stracey - Marvell - Versão: Aloysio de Oliveira) 4 Me abraça (Embraceable you) (George e Ira Gerswin - Versão: Nara Leão) 5 Como vai você? (What's new) (Burke - Haggart - Versão: Nara Leão)

2 Comments:

Blogger josi stanger said...

Lembro pouco da Nara na minha infância, mas como gosto de Bossa e MPB, e gosto de ler, sempre deparei com a doce voz de Nara e com histórias sobre ela. Li a biografia da Danuza Leão, irmã da Nara e lá vi um outro lado da sua história, pequenas pinceladas do cotidiano, da adolecência e da carreira da menina tímida que com o violão nas mãos e bons amigos, cantou e encantou a Bossa Nova. Agora, num merecido momento de relembrar, a Fernandinha Takai, nos presenteia com o um CD especial, pra fazer brilhar os nossos olhos e para brindar a Nara, onde quer que brilhem seu olhos...
Vixi, escrevi um jornal!
Um abraço

Josi

8:54 AM

 
Blogger ana f. said...

linda!

7:02 PM

 

Postar um comentário

<< Home